16 abril, 2007

pésnaterracabeçanoar

No outro dia fizeram-me o reparo de que devia pôr os pés na terra (quando escrevo, se bem que se podia aplicar a quase tudo, segundo a minha mãe), e eu fiquei a pensar nessa expressão. Nessa, e na outra: cabeça no ar.
Inevitavelmente, quando andamos com os pés na terra, andamos com a cabeça no ar - esse é o estado natural de estar no mundo.
A verdade é que, para escrever - gosto de esticar as pernas no sofá ou cruzá-las junto ao corpo na cadeira - tiro muitas vezes os pés do chão.

4 comentários:

Anónimo disse...

Não ponhas os pés na terra... Fazem falta pessoas com a cabeça no ar :-)

Miriam disse...

Há sempre a hipótese de ter os pés bem assentes no ar.

miriam disse...

p.s. como está escrito na minha toalha de praia preferida.

Joana disse...

o público (nós) agradece os pés "bem assentes no ar".